A Oficina dos Sonhos – O Proprietário do Veículo

Post 1 – O Proprietário do Veículo

Nossa série de posts sobre “A Oficina dos Sonhos” começa sobre ele ou ela, o proprietário (a), a razão de todo nosso ecossistema existir. Você mesmo que é dono de algum veículo automotor, o carro (estamos falando especificamente de veículos automotores terrestres, pois sabemos que existem outros meios de transporte).

Você e só você, que lava ou manda lavar (e paga a conta), que leva no posto para encher os pneus, que abastece seu veículo (e paga a conta), que cuida do seu carro evitando deixá-lo muito tempo exposto ao sol, que sempre está olhando o nível do óleo e que sempre que surge algum probleminha corre levar sua joia para alguém de sua confiança (desde que você tenha condições financeiras é claro).

Você já parou para pensar o quanto nós gastamos para ter um carro, para ter esta tão sonhada liberdade? Vamos listar abaixo alguns “bônus” (só alegria).

  • Sensação de Liberdade;
  • Ser dono da sua vida e poder ir e vir a qualquer momento;
  • Poder se deslocar sem precisar da ajuda de ninguém;
  • Viajar para os lugares que você sempre quis conhecer;
  • Ir a uma festa que você não está muito a fim, mas sabe que pode voltar à hora que bem desejar;
  • Convidar seus amigos para viajar com seu carro e ser você o responsável pelas boas experiências dos outros.

Lembram-se da propagando do cartão de crédito?

  • Curtir a vida com os amigos na balada – R$ 500,00;
  • Viajar com a família no fim de semana – R$ 1.000,00;
  • Pagar com cartão não tem preço.

Ter um carro “Não Tem Preço”? (é o suprassumo da liberdade).

Podemos listar mais inúmeros bônus, mas vamos aos “ônus”:

  • Começo de ano IPVA (seja à vista ou parcelado, a dor é a mesma);
  • Seguro do carro (só para carros novos! quem tem um carro mais velhinho, tem que contar com a prudência e com a sorte, pois seguros para estes carros são mais caros);
  • Combustível: se você usa seu veículo para trabalho é doloroso, mas se trabalha longe, se seu carro consome mais, reforce o bolso da calça, pois você vai precisar guardar mais dinheiro;
  • Já parou para pensar em quantos itens um carro possui e que precisam de manutenção?
    • Sistema de Motor
      • Correias, Alternador, Pistões, Motor de Arranque;
    • Sistema de Arrefecimento (resfriamento)
      • Mangueiras, Radiador;
    • Sistema de Freios
      • Discos, Pastilhas;
    • Sistema de Suspensão
      • Amortecedores, Molas, Juntas;
    • Sistema Elétrico
      • Bateria, Velas, Cabos, Luzes;
    • Sistema de Transmissão
      • Cambio manual ou automática (mais complexo ainda);
    • Sistema de Direção
      • Simples, Hidráulica ou Elétrica;
    • Sistema de Carroceria
      • Portas, Capô, Teto, Para-lamas;
    • Se for um carro mais moderno
      • Sistema de Injeção Eletrônica;
      • Sistema de Som (conectividade).
    • Você sabe como funciona cada sistema do carro?
    • Você sabe como fazer as devidas manutenções, de forma que seu carro esteja com as mínimas condições de segurança e dirigibilidade? Sim? Tem certeza? Então você não é o MacGyver?

Se você não sabe fazer, no mínimo tem que ter o contato de quem sabe, concorda? Então, partindo desta premissa, você leva seu carro em uma reparadora da sua confiança, correto?

Pois bem, saiba que nem toda reparadora é especialista em todos os sistemas do carro.

Logo, você acaba levando muitas vezes a diversas reparadoras para garantir o perfeito estado do seu veículo.

Sabendo disso, você já imagina como deveria ser o atendimento na “Oficina dos Sonhos”.; Isso mesmo, aquela que você deixa seu carro para fazer as devidas manutenções.

Podemos listar alguns dos nossos desejos (sonho de consumo):

  1. Ser atendido prontamente e com educação, nada de ficar esperando um tempão desnecessário para ser atendido;
  2. Ter a atenção de da pessoa que lhe atende para que você possa explicar que manutenção você deseja que seja realizada;
  3. Ter certeza de que a pessoa que está lhe atendendo entende do assunto;
  4. Ter certeza de que a reparadora irá fazer todo o possível para resolver seu problema, afinal seu carro é sua joia, ele é importante pra você;
  5. Pagar o valor justo pelas peças e serviços, mas o que é justo pra você nem sempre é justo para o outro e vice-versa. Então trabalhe a empatia, a reciprocidade, a tolerância e acima de tudo procure ser justo e íntegro. Afinal, você não deseja para o outro aquilo que você não deseja para si mesmo, correto?
  6. Ter certeza absoluta de que o serviço será executado dentro do prazo estipulado, e caso ocorram imprevistos, que você seja avisado antecipadamente e que os motivos sejam justos e não por falha de processos ou ingerência;
  7. Que seu carro seja entregue melhor do que você deixou e não pior;
  8. Que seu carro esteja limpo, por fora e por dentro. Nada é pior do que você receber seu carro todo sujo de graxa por dentro e as coisas fora do lugar com sinais de que alguém andou fazendo alguma perícia policial em seus objetos particulares.
  9. Além dos itens já listados, o mais importante é que o problema relatado seja resolvido;
  10. E um detalhe muito importante, que é primordial, que você não precise voltar na reparadora para refazer a manutenção mal feita ou fazer outra manutenção que sequer apresentava problema em seu carro.

Para finalizar nosso post, queremos que os proprietários de veículos sintam-se sempre bem atendidos e respeitados sob quaisquer aspectos, mas que acima de tudo ele saiba valorizar o conhecimento que as reparadoras precisam ter para manter seu carro em bom estado. Essa valorização só existirá se todos os integrantes do ecossistema tiverem três itens inegociáveis: respeito, bom senso e ética.

Não perca nosso próximo post “A Oficina dos Sonhos – O Proprietário da Reparadora”

About the author: Iverson Souza

Leave a Reply

Your email address will not be published.